sexta-feira, novembro 16, 2012

Como fazer cábulas? Licao número um...


Estava a ver um 5 para a meia-noite na RTP2, com o Jorge Fernando e dois professores universitários, e viajei 20 anos no tempo enquanto ouvia a apresentacao do livro "Faz o curso na maior". Um conjunto de teorias para passar com os servicos  mínimos.
Comecei a pensar nos esquemas que fiz e vi fazer, ao longo da vida de estudante, com os clássicos "auxiliares de memória".
É um facto que uma geracao sem tecnologia (telemoveis, internet, etc) é indiscutivelmente uma geracao com mais imaginacao.
Um professor meu, já no ensino superior, levantava-se na última meia-hora de cada teste e dizia: "o que sabiam, já fizeram, agora comeca o copianco!"
Passei por 6 escolas e uma instituicao de ensino superior. Quando olho para essas décadas e me lembro dos esquemas, honestamente, só me apetece rir.
Até aí se notam as diferencas entre alunos....quem é que faz cábulas para um teste de matemática? Só quem ainda nao percebeu o que é a matemática.
Por outro lado...quem é que decora os teclados AZERT e QWERT para o teste de "técnicas administrativas"? Give me a break...
A arte de fazer cábulas era tal que ocupava mais tempo do que o estudo em si. Pelo menos no secundário. Num curso científico nao há nada para decorar nem cábulas que te safem. Ou sabes ou és o Relvas.
Ainda me lembro da alegria quando ouvi pela primeira vez, já no ISEL, "o exame é com consulta". Mal eu sabia o que me esperava...
Mas, de todos os métodos que vi, o da caneta BIC era, pela sua imaginacao, o meu preferido. Maior parte do pessoal fazia uns rolinhos de papel e enfiava-os na caneta, para depois ir puxando tipo 007.
Contudo, algures numa das turmas de secundário que frequentei, alguém teve a ideia de usar a ponta seca do compasso e gravar a matéria no plástico da BIC. Ficava praticamente transparente e podias ler enquanto escrevias. Desculpem miudagem, mas é brilhante! Dava muito trabalho, é um facto, mas só pela arte, o gajo que se lembrou disto devia ser dispensado do teste. E nao me consigo lembrar mesmo quem foi...
Como é que os putos fazem hoje em dia? Usam o iphone e o google? Fraquinhos...

3 comentários:

BoyGenius disse...

Durante os exames ainda sentia a ponta dos dedos a tremer por ter passado a noite toda a escrever com o compasso!

Nota: Para se ler melhor o "risco" feito pelo compasso convinha colocar um papel por dentro da caneta com uma cor suave de lápis!

Nota2: A BIC era porreira mas na stapples havia uma outra caneta com mais um lado, o q permitia colocar mais materia!

... isto a proposito da caneta escrita com compasso, porque esta era apenas mais uma técnica!! ;)

JoãoS

Anónimo disse...

Eheheh...foste tu o inventor, ja vi :)

tf

免費視訊交友聊天室 disse...

台灣博彩
免費手機鈴聲下載
正妹美女圖
漂亮荷官
080視訊聊天室
通博最新手遊
試玩輪盤
a片情報站
色情老師