sábado, abril 30, 2011

Diogo Leite Campos, a rising star




Fui dar uma volta nos números e lembrei-me do que escrevi aqui.
Um engenheiro em topo de carreira na Suécia NAO ganha, em média, os tais 5800 euro (depois de impostos) que Leite Campos define como "classe média-baixa em qualquer país da Europa".
Ora, da última vez que olhei para o mapa a Suécia ainda fazia parte da Europa. E pelo que vou lendo nao é dos países mais pobres do mundo...
Agora, claro, também ninguém por estes lados acumula duas reformas públicas (superiores a 5800 euro por acaso).
A que país ou países europeus se referia este artista? Noruega também nao devia ser. Dinamarca e Finlândia muito menos. Ou os países de leste? Nao. Nao me parece que esses entrem no mapa europeu de Leite Campos. Seria a Alemanha? Nao acredito que um padeiro na Alemanha ganhe 5800 euro depois de impostos. Bélgica? Holanda? Já fui a entrevistas de trabalho para qualquer um destes países e nunca me ofereceram um salário desses. Mas também nao concorri a vagas de padeiro. Talvez seja isso.
Ou será que quando o camarada disse "qualquer país europeu"  queria realmente dizer "5800 euro é o salário que qualquer boy do centrao consegue ao fim de 3 tachos e 2 reformas".

Era isso. Tenho a certeza que era isso.
Já agora, falando em fiscalidade e coisas mais sérias, nao se arranja um lugar na cela do gajo do BPN (nao me lembro do nome e nao me apetece procurar) para este "fiscalista".
É que se o Obama de Massamá ganha as eleicoes e chama malta deste calibre para tomar decisoes, ainda vamos sentir saudades do FMI.

2 comentários:

Anónimo disse...

http://achatcialisgenerique.lo.gs/ cialis
http://commandercialisfer.lo.gs/ commander cialis
http://prezzocialisgenericoit.net/ comprare cialis
http://preciocialisgenericoespana.net/ cialis precio

Anónimo disse...

http://prixviagragenerique50mg.net/ viagra
http://prezzoviagraitalia.net/ viagra
http://precioviagraespana.net/ precio viagra